sábado, 27 de julho de 2013

Sergio Reis - Cavalo zaino


Eu tenho um cavalo zaino,
que na raia é corredor.
Já correu quinze carreiras,
todas quinze ele ganhou.
Eu solto na quadrimeira,
meu zaino vem no galope.
Chega três corpos na frente,
nunca precisa chicote.

(refrão)
Ooooi,
que cavalo bom.
Ooooi,
que cavalo bom.

Eu tenho um cavalo zaino,
que na raia é corredor.
Já correu quinze carreiras,
todas quinze ele ganhou.
Quiseram comprar meu zaino
por trinta notas de cem.
Não há dinheiro que pague
o macho que eu quero bem.

(refrão)

Eu tenho um cavalo zaino,
que na raia é corredor.
Já correu quinze carreiras,
todas quinze ele ganhou.
Um dia roubaram meu zaino,
fiquei sem meu paranheiro.
Meu zaino na mão de outro,
nunca mais chega primeiro.

(refrão)