terça-feira, 23 de julho de 2013

Peão Carreiro Zé Paulo - Somente saudade


Saudade quanta saudade
Mas eu não posso dizer
Pra não magoar alguém
Deixo a saudade doer

Estou sofrendo calado
A dor cruel da paixão
Por alguém que esta distante
Morando em meu coração

Quando a noite vem caindo
Minha dor vai aumentando
Tenho que sorrir por fora
Mas por dentro
Estou chorando

A saudade me alucina
Me atormenta
Noite e dia
Pra viver com quem eu amo
Eu nem sei o que faria

Não há coração
Que aguente viver
Sem felicidade
Não sei até onde vou
Vivendo só de saudade

Quando a noite vem caindo...